Notícias Fecomercio

24 de julho de 2018

FMI reduz previsão de crescimento para América Latina


PIB da região deve avançar 1,6% neste ano, abaixo da projeção de 2% feita em abril; Brasil deve crescer 1,8%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a previsão de crescimento para a América Latina neste ano. De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira (23), a expectativa da entidade é que a região cresça 1,6%, abaixo dos 2% previstos em abril.

Para 2019, a projeção também está ligeiramente mais fraca. Na previsão de abril, a expectativa para o PIB da região era de crescimento de 2,8%, mas agora foi revisada para alta de 2,6%.

Em relação ao desempenho da economia brasileira, o FMI já havia reduzido a projeção de crescimento deste ano para 1,8%, em decorrência das condições globais financeiras e dos efeitos da greve dos caminhoneiros. Antes, a previsão era de alta de 2,3%. Para o Fundo, a incerteza com o quadro eleitoral pode prejudicar ainda mais o cenário de crescimento econômico.

 

Voltar para Notícias

parceiros